Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Mais sobre
    Siga o Vagalume
    Twitter Google+ YouTube Tumblr
    Publicidade

    Saiba quem está por trás dos melhores clipes!

    Jonas Akerlund, Hype Williams e Spike Jonze: três super diretores responsáveis por algumas das maiores produções que você já viu!

    Há 3 anos da Redação

    Para se criar um vídeo-clipe extraordinário é preciso de uma ótima música, um artista bem original e visionário, e claro, uma excelente ideia. Porém existe uma quarte parte crucial dessa "fórmula" que muitas vezes passa desapercebida pelos telespectadores: o diretor. Por isso, o Vagalume vai lhe mostrar um pouco mais sobre três grandes diretores de clipes musicais de estilos bastante diferentes e responsáveis, ao lado dos artistas, por algumas das produções que você com certeza já viu e adora.



    Lady Gaga letras
    JONAS AKERLUND

    Christina Aguilera, Lady Gaga e Maroon 5 são alguns dos nomes que já trabalharam com Jonas Akerlund. O diretor sueco de 45 anos começou a carreira nos anos 80 trabalhando com os artistas de sua terra natal, a exemplo da banda Roxette. Sua fama internacional começou em meados dos anos 90, quando dirigiu o polêmico Smack My Bitch Up do Prodigy, que contava com cenas de violência, uso de drogas e nudez. A produção controversa despertou interesse de uma cantora, que adora "brincar" com assuntos polêmicos: ninguém menos que Madonna. E em 1998 ele dirigiu o clipe que marcaria uma nova fase da cantora, Ray Of Light. Esse vídeo rendeu ao diretor sete prêmios da Mtv, incluindo "Clipe do Ano" e também o Grammy de "Melhor Vídeo-Curta Metragem".

    De lá para cá, Akerlund vem trabalhando com os principais astros da música pop e também se arrisca uma vez ou outra em produções de bandas mais alternativas. Além da própria Madonna, nos clipes de Music, American Life, Jump e Celebration, o diretor é o responsável pela direção de outras produções premiadas e controversas como Beautiful de Christina Aguilera, Walk On do U2, Pussy do Rammstein, Hold It Against Me de Britney Spears, Moves Like Jagger (feat. Christina Aguilera) do Maroon 5, e Paparazzi e Telephone (feat. Beyoncé) de Lady Gaga.

    Confira a seguir dois grandes exemplos do trabalho de Jonas Akerlund: Ray Of Light de Madonna e Telephone (feat. Beyoncé) de Lady Gaga.














    Coldplay letras
    HYPE WILLIAMS

    Quem é fã de rap, hip hop e r&b com certeza já se perguntou o que significa aquele logo "Hype Williams" que aparece no começo de vários clipes desses estilos. Este é o codinome de Harold Williams, e o "hype" vem de sua infância quando foi apelidado dessa forma por conta de sua hiperatividade. O cara está na ativa como diretor desde 1991 e ao longo dos anos foi ganhando nome e respeito até entre rappers de "vertentes" opostas, como foi o caso com Tupac em California Love e Notorious B.I.G. em Warning. Hype é conhecido por fazer grandes produções com estilos modernos e futuristas, como No Scrubs do TLC, What's It Gonna Be?! (Feat. Janet Jackson) de Busta Rhymes e Janet Jackson, No Doubt em Ex-Girlfriend e Kanye West em Stronger.

    O diretor tem em sua coleção os principais prêmios de música dedicados aos diretores de clipes, como Billboard, BET e Mtv. Inclusive a emissora musical deu a Hype o prêmio de "Vídeo Vanguarda" pelo conjunto de sua obra no VMA 2006.

    Apesar de ser o preferido dos rappers, o diretor há algum tempo vem se aventurando cada vez mais no pop e rock, conseguindo inclusive se sair muito bem. É dele, por exemplo a direção dos clipes de Shit On The Radio (Remember The Days) da Nelly Furtado, If I Were You do Hoobastank, Gomenasai das t.A.T.u., We R Who We R de Ke$ha e Viva La Vida do Coldplay. E a banda inglesa se prepara para repetir a dose, já que Hype será o responsável pelo vídeo do novo single do Coldplay, Paradise.

    Relembre dois grandes sucessos sob a direção de Hype Williams: Empire State Of Mind (feat. Alicia Keys) de Jay-Z e Viva La Vida do Coldplay.














    Arcade Fire letras
    SPIKE JONZE

    O preferido das bandas indie, alternativas e descoladas em geral é Spike Jonze. Quem julga pela cara de "nerd" do diretor, produtor, ator, fotógrafo e ex-editor de revista, não imagina que todos esses títulos fazem parte de seu currículo. Jonze, cujo verdadeiro nome é Adam Spiegel, deu início a carreira na direção de clipes musicais no começo dos anos 90 após chamar a atenção de bandas como Sonic Youth, que o conheceram pelos vídeos sobre skatistas que fazia na época. A sólida carreira no cenário musical permitiu ao diretor partir para a produção de curtas e longas-metragens. Alguns de seus filmes que ganharam as telonas são "Quero Ser John Malkovich" de 1999, "Adaptação" de 2002 e "Onde Vivem Os Monstros" de 2009, que lhe renderam até indicações ao Oscar.

    Voltando aos clipes musicais, fazem parte de seu portfólio clássicos como Buddy Holly do Weezer, Sabotage dos Beastie Boys, It's Oh So Quiet da Björk, Weapon Of Choice e Praise You do Fatboy Slim. Este último conta com a participação de Jonze como ator, no papel do coreógrafo do peculiar grupo de dança.

    Apesar de ultimamente estar se dedicando mais a carreira na direção de filmes, ele ainda faz alguns trabalhos "sob encomenda", como foi o caso de Otis (feat. Otis Redding), clipe de estreia da parceria "Watch The Throne" de Jay-Z & Kanye West, e The Suburbs dos canadenses do Arcade Fire, que inclusive virou um curta-metragem sob sua direção.

    Veja a seguir alguns dos trabalhos de Spike Jonze: Weapon Of Choice do Fatboy Slim e The Suburbs do Arcade Fire.














    Qual desses três diretores você escolheria se fosse gravar um clipe? Responda nos comentários.
    Comente