Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Mais sobre
    Siga o Vagalume
    Twitter Google+ YouTube Tumblr
    Publicidade

    No "Dia do Homem" veja clipes de artistas que esbanjam testosterona

    AC/DC, Led Zepellin e outros "machões" estão aqui

    Há 2 anos da Redação

    AC/DC letrasO AC/DC ainda com o vocalista Bon Scott





























    Hoje, dia 15 de julho, é comemorado o Dia Nacional do Homem. A data foi criada especialmente para aumentar a conscientização de doenças e problemas que atingem especificamente a parcela masculina da população. Aproveitando o momento, nós criamos meio que de brincadeira essa lista com alguns artistas "machos". Claro que o assunto é subjetivo e muita gente mais poderia ter entrado - de bandas "que só homem parece gostar" como o Rush, a artistas que fazem as mulheres suspirarem como o Bruce Springsteen dos anos 80, ou mesmo um artista como Pete Towshend o líder do The Who que escreveu como poucos sobre o que é ser homem no mundo moderno. Divirtam-se e digam nos comentários quem mais deveria estar nessa lista.



    AC/DC
    Não existe no rock nada tão primal e "macho" quanto o AC/DC, daí é até engraçado ver como nos últimos anos a banda tem começado a conquistar os corações femininos e infantis. Em seus quase 40 anos esses australianos nunca gravaram uma balada ou sequer fizeram uma canção de amor. Já sobre festas, bebedeiras, bordéis, doenças venéreas e sexo, sem a menor sutileza e pudor eles escreveram bastante. Tudo isso sempre levado pelos ritmos marciais dos irmãos Young e os vocais esganiçados de Brian Johnson, ou sujos do primeiro vocalista Bon Scott morto por conta de uma intoxicação alcoólica. Back In Black foi escrita para homenageá-lo e bem ao feitio do grupo não tem nada de choro ou lamentação.



    RED HOT CHILI PEPPERS
    Outra banda chegada numa testosterona é o Red Hot Chili Peppers, especialmente se pegarmos seus primeiros discos regados a funk, sexo selvagem e brincadeiras típicas de moleques - tipo subir no palco usando apenas meias - mas não nos pés. Nos anos 90 os californianos atingiram o megaestrelato e deram uma amolecida em seus corações gravando baladas, músicas mais melodiosas e mostrando uma melancolia que antes era praticamente inexistente. O fato é que o grupo nunca perdeu a mentalidade de "gangue de amigos" e o fato deles continuarem juntos mesmo após terem atravessado inúmeras adversidades (incluindo a morte e saída de integrantes e sérios problemas com drogas) só comprova isso.



    LED ZEPELLIN
    Se hoje o Led Zepellin é uma instituição da qual não se fala um A, nos anos 70 a banda era taxada por muitos de grosseira e sexista. Claro que a predileção por tietes menores de idade, o hábito de destruir hotéis e chegar em cada cidade como um bando de bárbaros não ajudava muito. Muito menos letras com pérolas de sutileza como "me esprema até que o suco escorra pelas minhas pernas" (está em The Lemon Song) ainda assim o Led se tornou a maior banda dos anos 70 atraindo tanto garotos espinhentos, broncos em geral e, sim, garotas, que se derretiam pelo vocalista Robert Plant. A banda acabou em 1980 após a morte do baterista John Bonham (outro que exagerou na bebida) e nunca mais o rock viu uma banda igual.



    MARVIN GAYE
    Nem todo artista "másculo" faz o gênero bruto e grosso. Aliás há toda uma linhagem de artistas que vão por outro lado, abusando de climas sensuais e letras de cunho erótico/sensual que captam o interesse (e os hormônios) do público feminino com grande sucesso. Ninguém foi tão bem sucedido nisso quanto Marvin Gaye, especialmente em seu clássico Let's Get It On, faixa título de um álbum que é um verdadeiro tratado sexual. Gaye era tão macho, mas tão macho, que até acrescentou um "e" ao seu sobrenome natural para que não houvesse dúvida alguma sobre isso. Brincadeiras a parte, o fato é que ele foi um dos maiores artistas da história do pop e sua morte prematura - ele foi morto pelo próprio pai em 1983 - deixou um enorme vácuo.
    Comente