Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Mais sobre
    Siga o Vagalume
    Twitter Google+ YouTube Tumblr
    Publicidade

    Conheça as histórias e ouça algumas das grandes canções de amor já feitas

    Acompanhado ou não essa seleção certamente irá aquecer o seu fim de semana

    Há 2 anos da Redação

    Oasis letrasO Oasis em 1995





































    Já que estamos no fim de semana dos namorados fizemos aqui um especial com algumas das grandes canções de amor já feitas. Escritas em diferentes épocas todas elas têm algo em comum: o poder de continuar emocionando casais ao redor do mundo mesmo após tanto tempo. Justiça seja feita essas músicas são tão bem escritas que podem até fazer companhia para quem está se sentindo solitário no dia de hoje. Seja qual for a sua situação divirta-se




    THE CARPENTERS - (They Long To Be) Close To You
    Já disseram que ao ouvir as canções de Burt Bacharach você fica com a impressão de estar vivendo em um musical e que a qualquer momento todo mundo em sua volta começará a cantar e dançar. Entre as várias obras do compositor (e do letrista Hal David) essa é das mais conhecidas, especialmente por causa da interpretação certeira feitas pelos Carpenters. A dupla formada pelos irmãos Karen e Richard escondia uma vida atribulada por trás da imagem de pureza que os circundava (Karen morreu vítima de anorexia aos 32 anos). Mas aqui tudo é lindo e idealizado. E tem como não se emocionar quando ela canta que "no dia em que você nasceu os anjos se juntaram para tornar um sonho em realidade"?




    BILLY JOEL - Just The Way You Are
    Antes da chegada de Bruno Mars essa era a "Just the Way You Are" mais conhecida do planeta. Uma espécie de Elton John americano, Billy Joel passou anos lutando pelo sucesso. Ele chegou em 1977 com o álbum The Stranger que vendeu 10 milhões de cópias nos EUA. O disco com suas canções nostálgicas e românticas passou a fazer a trilha sonora de muitos casais e namoros desde então. Just The Way You Are foi o presente de Joel para a sua então esposa. O casamento pode ter durado pouco, mas a canção ficará para a eternidade graças a versos como "Eu aceitei os bons tempos, vou aceitar os tempos ruins, eu vou te aceitar do jeito que você é". Para os mais "calientes" vale ouvir a versão feita por Barry White bem mais lasciva.




    ECHO & THE BUNNYMEN - The Killing Moon
    O Echo and the Bunnymen pode não ter se tornado a maior banda dos anos 80 como parte da crítica esperava. Olhando agora percebe-se que o grupo era por demais misterioso e sofisticado para atingir as grandes massas. Mas em 1984 quando eles lançaram o álbum Ocean Rain e o single The Killing Moon tudo parecia possível. Uma das mais dilacerantes canções de amor já escritas, essa é daquelas músicas onde tudo funciona: o arranjo de cordas, os timbres, a voz de Ian McCulloch, a melodia e a letra digna dos melhores momentos de Leonard Cohen de belos versos como "em noites iluminadas pelas estrelas eu te vi, cruelmente você me beijou, seus lábios um mundo mágico, seu céu todo enfeitado de jóias".




    OASIS - Wonderwall
    É engraçado pensar que a grande balada dos anos 90 foi gravada por uma banda de ingleses broncos fãs de futebol e cerveja, mas foi isso que aconteceu. Principalmente porque o líder do Oasis, o também compositor Noel Gallagher nunca inibiu o seu lado mais sensível. O músico sempre disse não ligar para as letras e que se as palavras encaixassem na métrica estava tudo bem. Verdade seja dita, um refrão que diz "e no final das contas você é meu Muro das Maravilhas" não faz lá muito sentido mesmo. Já o verso "há muitas coisas que eu gostaria de te dizer mas não sei como" faz. Com essa frase Noel ajudou um bocado de pessoas sem muito talento para a escrita a se safar na hora de mandar aquele bilhetinho ou cartão apaixonado.




    U2 - Original Of The Species
    Bono não é de fazer muitas canções ao estilo apaixonado e feliz, apesar de estar desde 1975 com a mesma mulher . Mas essa aqui é provavelmente uma das grandes baladas não só do U2, como dos últimos tempos e é uma pena que ela não tenha feito mais sucesso. Na verdade a música é uma declaração não para sua esposa Ali, mas para as suas duas filhas que estavam entrando na adolescência e portanto passando por mudanças radicais e inevitáveis. Ainda assim a mensagem de Bono pode ser adaptada para outras situações sem maiores problemas. Até porque é difícil não ficar tocado com versos como "me ajoelho porque te quero um pouco mais, eu quero muito do que você tem e não quero nada que você não seja".
    Comente