Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Mais sobre
    Siga o Vagalume
    Twitter Google+ YouTube Tumblr
    Publicidade

    5 Discos: Mulheres de atitude

    Saiba mais sobre cinco artistas que sempre fizeram tudo do jeito que bem entenderam

    Há 4 anos da Redação

    O pop costuma delimitar as suas regras e nessas está a de que o papel reservado ao sexo feminino é quase sempre secundário e limitado. Felizmente muitas mulheres resolveram peitar esse universo machista. Desde os anos 50 que temos grandes artistas mostrando força, talento e atitude. Mulheres capazes não só de nos brindar com suas músicas mas de também inspirar outras garotas que um dia crescem e também passam a dar a sua contribuição. Hoje celebramos cinco mulheres que tiveram total controle de suas carreiras, quase sempre só gravando o que quiseram e no ritmo desejado.

    Aretha Franklin letras30 Greatest Hits
    30 Gratest Hits - Aretha Franklin - Qualquer eleição de grandes cantores da história do pop (e não só) sempre trará Aretha nos primeiros lugares. O fato é que ninguém soube combinar lirismo e explosão, sutileza e selvageria como ela, em sua fase de ouro - coberta nessa coletânea. Antes de virar a rainha do soul Aretha gravaou alguns discos de jazz. Apesar da boa voz, o material era claramente inadequado para ela. Tudo mudou quando ela se mudou para a gravadora Atlantic e encontrou repertório, músicos e produtores ideiais, O resultado foram uma série de compactos e álbuns que ficarão eternamente pra história e ainda vai influenciar muitas outras cantoras, que sabem, jamais irão superá-la. Aretha Franklin segue na ativa mesmo com problemas pessoais (seu filho foi espancado recentemente e por ordens médicas ela não poderá se apresentar mais esse ano).

    Patti Smith letrasHorses
    Horses - Patti Smith - 1975 - Patti foi um dos primeiros nomes da cena punk nova-iorquina (Blondie, Ramones, Talking Heads...) a lançar um disco. Mais uma poeta que uma cantora propriamente dita, ela ainda influenciou uma série de artistas (Bono e Michael Stipe do R.E.M. são dois grandes discípulos). "Horses" não é um disco de audição fácil ("Jesus morreu pelos pecados dos outros mas não pelos meus" é a frase de abertura) e quem só conhece o mito talvez se pergunte nas primeiras audições do porquê de tanto falatório. Nesse caso vale insistir, ler as letras e escutar os três discos posteriores, especialmente "Easter", o mais pop deles. Patti Smith nunca fez o esperado - quem mais abandonaria a carreira no auge para cuidar da família? Após nove anos longe dos estúdios, ela voltou a gravar em 1988, mas foi só em 1996, já viúva, que Smith voltou de vez ao cenário.

    Kate Bush letrasHounds of Love
    Hounds of Love - Kate Bush - 1985 - Kate Bush foi descoberta pelo guitarrista do Pink Floyd, David Gilmour aos 16 anos. Contratada pela EMI, a gravadora preferiu dar tempo à jovem enquanto ela fazia aulas de canto e dança ao ao invés de jogá-la aos leões . O disco de estreia só saiu quando ela estava com 20 anos e estourou graças à hoje clássica Wuthering Heights. Bush seguiu então uma carreira única, sem se preocupar com modismos ou prazos, lançando discos difíceis e até abdicando de apresentações ao vivo. Seu auge artístico e comercial se deu com esse disco. No lado 1 ela colocou as canções mais pop. Para o lado B Bush criou uma suíte misteriosa sobre os devaneios de uma mulher perdida no mar. Longe da obviedade, o disco vendeu muito e hoje influencia uma nova geração de bandas e artistas (Yeasayer, Laura Marling, Florence and the Machine...).

    PJ Harvey letrasStories From The City, Stories from the Sea
    Stories From The City, Stories from the Sea - PJ Harvey - 2001 - Figura das mais emblemáticas a surgir no rock dos anos 90 para cá. PJ Harvey simboliza bem a nova roqueira. Aquela que sabe ser raivosa, incisiva e sem problemas para falar do que quer que fosse (um de seus primeiros sucessos, Dry dizia respeito a um parceiro que a deixava "seca"), mas que também sabe ser terna e demonstra suas inseguranças. Em uma já longa e por vezes irregular carreira, Harvey já foi da brutalidade de "Rid of Me" seu segundo disco ao quase pop de "To Bring You My Love". "Stories From the City", além de ter sido considerado um dos grandes discos da última década, traz uma PJ Harvey mais amena onde a beleza foi conscientemente buscada. Por isso ele é ideal para quem não a conhece bem e para quem tem algum bode com ela mudar de opinião.

    Rita Lee letrasFruto Proibido
    Fruto Proibido - Rita Lee - 1975 - Aqui Rita se tornou a rainha do nosso rock. Após sua passagem pelos Mutantes e a gravação de três álbuns, Rita foi para a Som Livre e gravou seu disco mais completo. Em Agora só falta você ela mostrava estar em nova fase. Rita Lee aqui também se insere em uma linhagem de mulheres que sofreram por ousarem ser diferentes. Isso se dá especialmente em duas faixas: Luz Del Fuego onde ela se compara à bailarina, naturista e ícone feminista que dá nome à faixa e na autobiográfica Ovelha negra, uma das mais belas e doídas canções já escritas no Brasil.
    "Fruto Proibido" marcou o auge da Rita "roqueira". Com o Tutti Frutti ela lançou mais dois discos até que, em 1978 grávida e feliz da vida ao lado do marido Roberto de Carvalho, Rita deu início à sua fase de maior sucesso comercial, com Mania de Você.
    Comente