Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Domingo de festa no pátio da p1 a p2, conta do requisitado
    não deixo pra depois, quebrando
    a monotonia trazendo alegria,
    o que vale pra mim é o sentimento.

    Sabemos que não é o fim desse sofrimento,
    lá no fundo do pátio sobe um cheiro de mato queimado,
    alguns manos pra quebrar o tédio acende um cigarro.

    Conversa vai e vem entre um barraco e outro,
    e desabafo tem de tudo um pouco,
    tem que ta fortemente senão chapa fica loco.

    Vários assaltos, vários homicidios, varias fitas.
    e tem o 12 quando a casa cai na ripa.

    É só de ladrão, tipo bandido do céu,
    ae sangue bom
    não to de chapéu, ninguém nasceu bandido
    então juiz inventa o réu.

    A esperança ainda não morreu,
    o que vale agora é muita fé em Deus,
    pros aliados que estão do lado de lá, encarcerados,
    a liberdade que vai cantar.
    (repete)

    O sofrimento, pior inimigo lá dentro é o tempo,
    e os amigos eu guardo no pensamento.

    E no mundão o tempo voa como vento,
    bandido é nóis forte, mas não invencivel,
    o vento sim forte, implacavel, invisivel.

    Nasce no crime é o crime, nasce no treme é o treme,
    bandido é crime playboy obedece e treme,
    e o regime até ele mesmo teme.

    E bonde canto, os monstro dividiu,
    então separou mas não se destruiu.

    Monstros e primos, aliados e guerreiros,
    todos eles vivendo o mesmo desespero,
    a liberdade é sonho ou pesadelo, retroceder nunca,
    mesmo que queira já não da mais,
    o bota preta filho da puta levou minha liberdade e paz.

    A esperança ainda não morreu,
    o que vale agora é muita fé em Deus.
    Pros aliados que estão do lado de lá,
    encarcerados, a liberdade que vai cantar.
    (repete)

    Talarica aqui é tipo gota de chuva que cai do céu,
    a mina fica arrastou zica ta de chapéu.
    Ae muleque é bom se cuidar, nem tudo que reluz é ouro,
    nem tudo que brilha é prata,
    cuidado tal de zorro nem tudo que ve se cata.

    Acelera no mundão, vai lá dentro né não, tipo jack,
    tipo vacilão, pique bandidão, atraco, caiu, cadê
    ninguém viu, sumiu, cade o bicho papão, cade o homem,
    o nome vira lenda no mundão, a noite a vaca come.

    Poderosa, maravilhosa que Deus criou, mulheres,
    irmãs um grande amor, visita sagrada é o jumbo,
    e levam carinho, e levam amor,
    e mata saudade, alivio da dor, porque...

    A esperança ainda nâo morreu,
    o que vale agora é muita fé em Deus.
    Pros aliados que estão do lado de lá,
    encarcerados, a liberdade que vai cantar.
    (repete)

    Mais um sonho de liberdade!

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Mc Barriga

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.