Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Entre os amores que eu tenho
    o pingo, a china e o pago
    E esta guitarra que trago
    das origens de onde venho

    E o poncho, toldo cigano
    que balanceia nas ancas
    Do pingo gateado ruano,
    malacara, patas brancas.

    No rancho sobre a coxilha
    contemplando a várzea infinda
    Tenho a xirua mais linda
    do que a flor da maçanilha

    Deixo que a lua se estenda
    e o mundo fica pequeno
    Enquanto bebo sereno
    nos lábios da minha prenda.

    Nessa tropeada reiuna
    a camba do freio é o norte
    E apenas bendigo a sorte
    que me deu tanta fortuna.

    É a sina dos cruzadores
    andar caminhos sem-fim
    Sou dono dos meus amores
    Só tu és dona de mim.

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Luiz Marenco

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.