Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Você sabe quem eu eu sou? sou um maldito cão de briga
    Joelhada, cão tom, chute e soco na barriga
    Vindo da escuridao, raivoso, sempre fui assim
    Nos piores pesadelos você vai lembrar de mim

    Luzes brilhando no rosto, prestes a entrar no palco
    Esse daqui é meu destino, última milha do asfalto
    Quanta estrada caminhei, quanta dor já senti
    Um esforço do caralho, e agora tô aqui

    Loco pra entrar na arena e encarar a multidão
    Dá porrada no oponente e me tornar o campeão
    Ganhar? perder.. isso sim faz diferença
    Cê pode acredita, derrota não é minha crença

    "o importante é competir", é o que dizem, né não?
    Mas tu se lembra do segundo? ah aposto que não
    O importante é ganhar e ser sempre o melhor
    Seja no mma, bodybuilding ou dominó

    Isso não é narcisismo, isso é fome de vitória
    Os nervo tão a flor da pele, essa é a minha hora
    Tô tipo cachorro loco, vou pra cima, tô afim
    Eu não paro, eu não canso, eu tô nessa até o fim

    Se encaixa bem a kimura, já era.. finalizacao
    Arm lock voador ou então mata leao
    Respeito o adversario, só que essa é minha arte
    Parceiro? parceiros, mas porradas a parte

    Minhas mãos são como armas preparadas pro ataque
    Adversarios eu enxergo tipo presas pro abate
    Eu mudei meu habitat, não é só academia
    Agora a cena é essa: tô no naipe cao de rinha

    Você sabe quem eu eu sou? sou um maldito cao de briga
    Joelhada, kao tom, chute e soco na barriga
    Vindo da escuridao, raivoso, sempre fui assim
    Nos piores pesadelos você vai lembrar de mim

    Eu chego na trocação e nego já fica em choque
    Vem, cai dentro, então já é, pode vir e tentar a sorte
    Não perdoo, não esqueço, do porrada em zé buceta
    Sou maromba, old school, sou pior que o capeta

    Eu não procuro treta, mas também não arrego não
    Se fechar o tempo eu já parto pra trocação
    Geral fica bolado, me perguntam o porque
    Só respondo: eu sou aquele que vocês nunca vão ser

    Então, se quer vir prepare-se, e vê se não tire onda
    O tatame é o inferno e o diabo é maromba
    Eu não sou stronda, eu não sou nenhum boçal
    Sou maromba, oldschool, tenho muito mais moral

    O sangue frio em minhas veias congelou meu coração
    Gosto muito de bater, e eu não tenho compaixao
    Quero ver o adversario se arrastando pelo chão
    Com a cara estorada implorando o meu perdao

    E o que eu faço pouca gente quer fazer
    A dor corroi o corpo e o cansaço pra é valer
    Podcre, porque essa porra aqui nunca foi fácil
    Mas é no fogo forte que se forja o bom aço

    Esse é meu esporte, aqui não existe sorte
    Só é campeao aquele que bater mais forte
    O sistema é assim, essa é a lei da evolução
    Sem misericordia, sem clemencia e sem perdao

    Letra enviada por Keny
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de LetoDie

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.