Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Informações do Álbum Catavento e Girassol
    1. Catavento E Girassol
    2. Canibale
    3. O Coco Do Coco
    4. Neblina E Flâmulas
    5. Valsa Pra Leila
    6. Chá De Panela
    7. Baião De Lacan
    8. Pra Quem Quiser Me Visitar
    9. Samba De Um Breque
    10. Exasperada
    11. Cordas
    12. Exílio E Paraíso
    13. Luas De Subúrbio
    14. Madeira De Sangue

    x
    Ver discografia completa »
    Play
    PLAY

    Meu catavento tem dentro o que há do lado de fora
    Do teu girassol
    Entre o escancaro e o contido,
    Eu te pedi sustenido
    E você riu bemol
    Você só pensa no espaço,
    Eu exigi duração
    Eu sou um gato de subúrbio,
    Você é litorânea

    Quando eu respeito os sinais vejo você de patins
    Vindo na contramão
    Mas quando ataco de macho,
    Você se faz de capacho
    E não quer confusão
    Nenhum dos dois se entregam,
    Nós não ouvimos conselho
    Eu sou você que se vai
    No sumidouro do espelho
    Eu sou você que se vai
    No sumidouro do espelho

    Eu sou do Engenho de Dentro e você vive
    No vento do Arpoador
    Eu tenho um jeito arredio e você é expansiva,
    O inseto e a flor
    Um torce pra Mia Farrow,
    O outro é Woody Allen
    Quando assovio uma seresta
    Você dança havaiana

    Eu vou de tênis e jeans,
    Encontro você demais,
    Scarpin,
    Soiré
    Quando o pau quebra na esquina,
    Cê ataca de fina e me ofende em inglês
    É fuck you, bate bronha
    E ninguém mete o bedelho
    Você sou eu que me vou
    No sumidouro do espelho
    Você sou eu que me vou
    No sumidouro do espelho

    A paz é feita num motel de alma lavada e passada
    Pra descobrir logo depois que não serviu pra nada
    Nos dias de carnaval
    Aumentam os desenganos
    Você vai pra Parati e eu pro Cacique de Ramos

    Meu catavento tem dentro
    O vento escancarado do Arpoador
    Teu girassol tem de fora o escondido do Engenho
    De Dentro da flor
    Eu sinto muita saudade,
    Você é contemporânea
    Eu penso em tudo quanto faço,
    Você é tão espontânea

    Sei que um depende do outro só pra ser diferente,
    Pra se completar
    Sei que um se afasta do outro, No sufoco,
    Somente pra se aproximar
    Cê tem um jeito verde de ser
    E eu sou meio vermelho
    Mas os dois juntos se vão
    No sumidouro do espelho
    Mas os dois juntos se vão
    No sumidouro do espelho

    Mas os dois juntos se vão

    Mas os dois juntos se vão

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Leila Pinheiro

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.