Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • PLAY

    Dile Al Sol
    Hubo una guerra en la antigüedad,
    que separó un joven y dulce amor,
    él tuvo que ir al frente a luchar.
    Fue una lanza la que atravesó,
    mil sentimientos y un corazón,
    él murió de pie, nunca regresó.

    Vuelve a mí,
    y dame tu mano al andar,
    vuelve a mí,
    y mira mis ojos llorar.
    Dile al sol,
    que haga volar,
    tu calor,
    hacia nuestro hogar,
    para que vuelvas a mí.

    Ella no olvida aquel frío adiós,
    se heló su sangre y tembló su voz,
    mientras se alejaba su joven amor.
    Cuentan que todas las mañanas va,
    a conversar con un viejo árbol
    gris,
    a él le habla de su gran soledad.

    Vuelve a mí,
    y dame tu mano al andar,
    vuelve a mí,
    y mira mis ojos llorar.
    Dile al sol,
    que haga volar,
    tu calor,
    hacia nuestro hogar,
    tu calor,
    hacia nuestro hogar,
    para que vuelvas a mí.

    Dónde estás amor,
    donde duermes hoy,
    dame el beso aquel,
    que me dijo adiós,
    que me dijo, adiós.

    Vuelve a mí,
    y dame tu mano al andar.
    vuelve a mí,
    y mira mis ojos llorar.
    Dile al sol,
    que haga volar,
    tu calor,
    hacia nuestro hogar,
    para que vuelvas a mí
    \"Diga ao Sol\"
    Houve uma guerra na antigüidade
    Que separou um jovem do doce amor.
    Ele teve que seguir em frente para lutar.
    Uma lança atravessou
    mil sentimentos e um coração
    Ele morreu de pé, nunca voltou.

    Volte para mim,
    E me dê sua mão para caminhar
    Volte a mim
    E veja meus olhos chorarem
    Diga ao sol
    Que faça voar
    Seu calor
    A caminho de casa
    Para que volte para mim.

    Ela não esquece aquele triste adeus
    Seu sangue congelou e sua voz ficou trêmula
    Enquanto seu jovem doce amor se afastava
    Contam que todas as manhãs
    Ela conversa com uma velha árvore cinza
    E ela lhe conta de sua grande solidão.

    Volte para mim,
    E me dê sua mão para caminhar
    Volte a mim
    E veja meus olhos chorarem
    Diga ao sol
    Que faça voar
    Seu calor
    A caminho de casa
    Para que volte para mim

    Onde você está, querido?
    Onde dorme, hoje?
    Me dê aquele beijo
    Que me disse adeus
    Que me disse adeus.

    Volte para mim,
    E me dê sua mão para caminhar
    Volte a mim
    E veja meus olhos chorarem
    Diga ao sol
    Que faça voar
    Seu calor
    A caminho de casa
    Para que volte para mim



    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de La Oreja de Van Gogh

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.