Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Escrevendo histórias vivendo cada segundo
    Nomes do passado que ainda percorrem o mundo, orgulhando envergonhando.
    Muitas se sentem sobrando
    Sem estímulos na vida algumas seguem se enganando
    Sempre existirá aquelas que fazem a diferença
    Não pensam em recompensa
    Que tem caráter presença
    Sempre te ganham licença
    Chegam com classe decência
    Tem argumentos propensos
    Medem suas conseqüências
    Milhares já muito mais querem sempre um pouco mais
    Enquanto outras milhares não sonham nem correm atrás
    Caem no comodismo qualquer coisinha já satisfaz
    Falta de realismo acredita que aqui ninguém faz
    No país rico de beleza misturado com pobreza
    Meninas se fantasiam negando suas naturezas
    Cobertas de incertezas com medo se sentem presas
    Escondem a esperteza sonhando com a realeza

    (refrão)
    A mocinha quer saber por que ainda ninguém lhe quer
    Se é porque a pele é preta ou se ainda não virou mulher
    Ela procura entender porque essa desilusão
    Pois quando alisa o seu cabelo não vê a solução

    As varias experiências de muita missão comprida
    Aparecem no rosto mostrando as décadas vividas
    Madame morre de medo realiza seu desejo
    Com dinheiro no bolso seu corpo já não é o mesmo
    Se prepara, se compara.
    Vai a jantares repara nas dondocas desfilando suas cirurgias caras
    Ocultando suas raízes, inventado novas crises.
    Esticando tudo que enruga e vivendo infeliz
    Dona Maria levanta cedo de segunda a segunda
    Segue acostumada com uma rotina que nunca muda
    De joelhos olhos fechados pede pro santo uma ajuda
    Que ilumine a cabeça de sua filha caçula
    Que sai de saia justa salto alto mini blusa
    Se sentindo madura com vergonha da pele escura
    Se decepcionando com o reflexo do espelho
    E querendo o mesmo visual dourado da modelo

    (refrão)
    A mocinha quer saber por que ainda ninguém lhe quer
    Se é porque a pele é preta ou se ainda não virou mulher
    Ela procura entender porque essa desilusão
    Pois quando alisa o seu cabelo não vê a solução.

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Karol Conká

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.