Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Informações do Álbum 500 Anos De Folia - 100% Ao Vivo
    1. Medley/Triste Madrugada/A Minha Madrugada/Tristeza
    2. Orgulho De Um Sambista
    3. Casa De Bamba
    4. O Conde
    5. Eu Sonhei Que Ttu Estavas Tão Linda
    6. Carinhoso
    7. Majestade O Sabiá
    8. Ponteio
    9. Disparada
    10. Marcha Da Quarta-Feira De Cinzas
    11. Berimbau
    12. Morena Paulista
    13. Deixa Isso Pra Lá
    14. 500 Anos De Folia

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    D7                    G             D7                            G         
    Prepare o seu coração pras coisas que eu vou contar: eu 
    C                     G         D      D#º        Em
    venho lá do sertão, eu venho lá do sertão,
           B7                   C               Am          D7 G            
    Eu venho lá do sertão e posso não lhe agradar. Aprendi a 
    D7           G                D7               G
    dizer não, ver a morte sem chorar,
             C                       G                          D    D#º
    E a morte, o destino, tudo, a morte e o destino, tudo 
    Em             B7           C        Am      D7 G       
    estava fora do lugar, eu vivo pra consertar.
                                                                      
              G7             C                  A7          D7              B7
    Na boiada já fui boi, mas um dia me montei, não por um 
                Em                          D7      G     
    motivo meu, ou de quem comigo houvesse,                 
                      D      D#º    Em                B7              
    Que qualquer querer tivesse, porém por necessidade do 
    C           Am      D7        G              Am     D7      G
    dono de uma boiada, cujo vaqueiro morreu.
    
             D7               G               D7              G     
    Boiadeiro muito tempo, laço firme e braço forte, muito 
      C                 G               D     D#º  Em
    gado, muita gente, pela vida segurei.
          B7                    C                   Am       D7  G
    Seguia como num sonho, e boiadeiro era um rei.
            D7               G             D7                    G
    Mas o mundo foi rodando nas patas do meu cavalo
               C                            G                D      D#ºEm
    E nos sonhos que fui sonhando, as visões se clareando, 
                   B7             C                  Am  D7 G
    as visões se clareando, até que um dia acordei.
         D7                      G       D7                      G      C       
    Então não pude seguir valente em lugar tenente, de dono 
                     G                   D        D#º   Em 
    de gado e gente, porque gado agente marca,
                 B7                       C                     Am     D7  
    Tange, ferra, engorda e mata, mas com gente é 
    G              D7                 G          D7                     G 
    diferente. Se vc não concordar não posso me desculpar,
    C                     G               D      D#º  Em             B7
    Não canto pra enganar, vou pegar minha viola, vou deixar 
                C                  Am      D7    G
    você de lado, vou cantar noutro lugar.
    
              G7             C            A7            D7          B7       
    Na boiada já fui boi, boiadeiro já fui rei, não por mim 
                           Em                       D7           G 
    nem por ninguém que junto comigo houvesse,
              D          D#º   Em                   B7                 
    Q quisesse ou q pudesse, por qualquer coisa de seu, por 
    C                   Am     D7    G          Am    D7  G   
    qualquer coisa de seu, querer mais longe q eu.
                 D7           G              D7                    G       C 
    Mas o mundo foi rodando nas patas do meu cavalo, e já 
                           G               D    D#º Em 
    que um dia montei, agora sou cavaleiro.
             B7                C                           Am       D7  G
    Laço firme braço forte de um reino que não tem rei.
    


    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Jair Rodrigues

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.