Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádios
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Quando as manhãs tornam-se lentas e o sol se embala nos sarandis
    Bailam celestes, claros vidrilhos na estrada agreste do Jaguari
    O que hoje é calma já foi paisagem de nuas índias, de estranhos tigres
    De bugres machos que nem sabiam que eram felizes por serem livres

    (Viria o tempo, que é um rio de sombras, escurecer essa liberdade
    Era imperioso que eles viessem fazer caminhos, plantar cidades
    Foram-se os tigres, foram-se os bugres e o rio do tempo traria então
    Os italianos, suas vozes claras, suas magias de fazer pão)

    Tombou um cedro, se ergueu a igreja, lavrou-se a terra, nasceu fartura,
    Queijos moldados à lua cheia e vinho tinto na noite escura
    Vila e cidade, sonho e certeza, fica em quem sonha te construir
    Uma saudade que faz represa nas correntezas do jaguari

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »


    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Grupo Minuano

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.