Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    A gente nunca torna ao belo olhar
    se abraça e fala da vida que foi por ai
    e conta os amigos nas pontas dos dedos
    pra ver quantos vivem e quem já morreu
    amanhã ou depois

    Ê ê ê eu

    Quem me dirá onde está
    Aquele moço fulano de tal
    filho, marido, irmão, namorado
    que não voltou mais
    insiste um anuncio nos nossos jornais
    achados perdidos morridos
    saudades demais
    mas eu pergunto a resposta
    ninguém sabe ninguém nunca viu
    só sei quão sumido ele foi
    sei é que ele sumiu
    e quem souber algo acerca do seu paradeiro, beco
    das liberdades estreita e esquecida
    uma pequena marginal
    dessa imensa avenida Brasil

    Memória de um tempo onde lutar
    Por seu direito
    É um defeito que mata
    São tantas lutas inglórias
    São histórias que a história
    Qualquer dia contará
    De obscuros personagens
    As passagens, as coragens
    São sementes espalhadas nesse chão
    De Juvenais e de Raimundos
    Tantos Júlios de Santana
    Uma crença num enorme coração
    Dos humilhados e ofendidos
    Explorados e oprimidos

    Que tentaram encontrar a solução
    São cruzes sem nomes, sem corpos, sem datas
    Memória de um tempo onde lutar por seu direito
    É um defeito que mata
    E tantos são os homens por debaixo das manchetes
    São braços esquecidos que fizeram os herois
    São forças, são suores que levantam as vedetes
    Do teatro de revistas, que é o país de todos nós
    São vozes que negaram liberdade concedida
    Pois ela é bem mais sangue
    Ela é bem mais vida
    São vidas que alimentam nosso fogo da esperança
    O grito da batalha

    Quem espera nunca alcança
    Ê ê, quando o Sol nascer
    É que eu quero ver quem se lembrará
    Ê ê, quando amanhecer
    É que eu quero ver quem recordará
    Ê ê, não quero esquecer
    Essa legião que se entregou por um novo dia
    Ê eu quero é cantar essa mão tão calejada
    Que nos deu tanta alegria
    E vamos à luta.

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Gonzaguinha

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.