Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádios
  • Hot Spots
  • Notícias
  • PLAY

    Encontrou algum erro na letra ou tradução? Colabore com a gente clicando nas frases abaixo ou enviando uma correção completa »

    como pratos de mãos trêmulas
    esmaga sobre o silêncio do nu macio

    Bem, eu sou o mal e o pagão
    Bem, eu sou o mal e o pagão
    Bem, eu sou o mal e o pagão como você
    bem, não há muito, não muito o que eu não faria

    Bem, eu gosto como você finge
    Que o fim vai ser o fim
    Então beba a sede e vamos beber uma maldição
    Ao invés de beber pela morte da morte

    Bem, eu sou o mal e o pagão
    Bem, eu sou o mal e o pagão
    Eu sou o mal e o pagão como você
    Bem, não há muito, não muito o que eu não faria

    [...] fumaça queima ao redor
    [...]
    O frio do gelo te derruba
    O frio do gelo te derruba
    O frio do gelo te derruba

    Bem, seus dentes estão pretos com vinho
    Como você põe esses lábios nos meus
    E a lua permanece pesada e proibida
    Alta na noite das nossas vidas

    E eu sou o mal e o pagão
    Eu sou o mal e o pagão
    Eu sou o mal e o pagão como você
    Bem, não há muito, não muito que eu não faria

    by Heloisa Zilio
    Palavras caem da minha boca
    como pratos de mãos trêmulas
    esmaga sobre o silêncio do nu macio

    Bem, eu sou o mal e o pagão
    Bem, eu sou o mal e o pagão
    Bem, eu sou o mal e o pagão como você
    bem, não há muito, não muito o que eu não faria

    Bem, eu gosto como você finge
    Que o fim vai ser o fim
    Então beba a sede e vamos beber uma maldição
    Ao invés de beber pela morte da morte

    Bem, eu sou o mal e o pagão
    Bem, eu sou o mal e o pagão
    Eu sou o mal e o pagão como você
    Bem, não há muito, não muito o que eu não faria

    [...] fumaça queima ao redor
    [...]
    O frio do gelo te derruba
    O frio do gelo te derruba
    O frio do gelo te derruba

    Bem, seus dentes estão pretos com vinho
    Como você põe esses lábios nos meus
    E a lua permanece pesada e proibida
    Alta na noite das nossas vidas

    E eu sou o mal e o pagão
    Eu sou o mal e o pagão
    Eu sou o mal e o pagão como você
    Bem, não há muito, não muito que eu não faria

    by Heloisa Zilio


    Aviso

    Esta tradução ainda não está completamente revisada pelos fãs e equipe do Vagalume. Colabore conosco enviando uma correção completa »


    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Franz Ferdinand

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.