Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Diz que diz, sem noção, sem razão
    fala um monte, mas a fonte é geralmente duvidosa
    muita prosa, pouco verso, sem batida
    mutante de zóI grande, língua comprida
    que quer me alugar, quer meu lugar
    ao invés de se levantar, quer me derrubar
    oh dó, mas quê que eu posso fazer
    ce sabe demais de mim e eu nem sei quem é você
    nunca vi no rolê, no metrô, no busão
    na função, no perrê pra pagar condução
    pensa que eu tô patrão, te devo satisfação?
    nunca me deu um tostão e agora quer dar palpite?
    tô no limite não me estressa, nem começa
    aí, não me interessa sua opinião
    achou ruim, firmão, deixa assim
    não tô afim de me perder pelo que acham de mim

    Você não sabe komwé, como foi, qual vai ser
    e quer falar sem saber
    falta do que fazer
    falou o que quis, agora escuta o que não quer
    você não sabe komwé

    Uns diz que sumi, outros que me encontrei
    que me vendi, outros que acertei
    uns fala que perdi, outros diz que ganhei
    eu? não digo nada, pois só digo o que sei
    pra opinar nas ação do emicida, mais de mil,
    engraçado
    Leandro quase morreu de fome, ninguém deu um piu
    então xiu, "ou", desagradável
    fale ao motorista somente o indispensável
    eu vim deixar uma coisa clara tiozin
    entenda, eu falo pelas ruas, as ruas não falam por
    mim
    os verme age assim, comenta sobre onde fui
    experimenta saber de onde vim
    sobra tempo pra quem fala, falta tempo pra quem
    trampa
    tua caixa preta guardam na vala, regra um de sampa
    sou o que espanta, zé povin da liga
    o segredo da paz mundial é cada um cuidar da sua vida

    Você não sabe komwé, como foi, qual vai ser
    e quer falar sem saber
    falta do que fazer
    falou o que quis, agora escuta o que não quer
    você não sabe komwé

    Aí, posso ser mais específico
    nunca subestime um sujeito pacífico
    é típico de bico que só vive no quase
    e nunca passa de fase, sempre bate na trave
    caso grave, do mal que matou Cain
    e eu não tenho mais que dó de quem vive assim
    não vou declarar imposto pra quem não merece
    ou tentar me explicar pra quem não conhece
    Deus não dá asa à cobra então vai se arrasta
    já basta, deu sua cota vai se afasta
    e observa, bisbilhotar é coisa feia
    não vou pagar propina pra fiscal da vida alheia
    quer que desenha ou já dá pra entender?
    que por aqui nem a migalha vai sobrar pra você
    se a carapuça lhe serviu, pode comemorar
    vai, gandula, pega as bola e me deixa jogar

    Você não sabe komwé, como foi, qual vai ser
    e quer falar sem saber
    falta do que fazer
    falou o que quis, agora escuta o que não quer
    você não sabe komwé



    By:PeKeNo .. Cons.Lafaiete - MG

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Emicida

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.