Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Nasci na pequena cidade de Militello, na ilha italiana, Sicilia, no dia 03 de março de 1969, fui batizada com o nome de Deborah Salvatrice Blando. La meu pai, italiano e minha mãe, brasileira filha de imigrantes ucranianos, criada no Paraná, iniciaram a nossa família. Sou a primogênita dos 3 filhos que tiveram.

    Desde muito criança já demonstrei uma conexão muito próxima com a música, aos 3 anos fui uma das vencedoras da versão infantil do festival de San Remo, Zecchino D'oro. Quando eu quase completava 6 anos, minha família se mudou para Florianópolis, capital de Santa Catarina, cidade em que continuei cantando, agora, no Coral do Colégio Nossa Senhora de Fátima, onde eu cursava o ensino fundamental. Também cantava no Clube 6 de janeiro onde me destaquei como solista. Numa destas ocasiões, um executivo de uma grande empresa catarinense me chamou para gravar meu primeiro long play em italiano. Na época, eles acharam meu nome Deborah meio americanizado para cantar músicas italianas, e escolheram o nome artístico de Giovanna. Como Giovanna, participei de vários programas, como Flávio Cavalcanti e Raul Gil, através dos quais surgiram convites para ingressar na carreira profissional. Mas meus pais queriam que eu concluísse meus estudos, e daí voltei para Florianópolis.

    Quando conclui o ensino médio, fui descoberta pelo cantor e compositor Oswaldo Montenegro que estava visitando Floripa a procura de novos talentos para o seu musical “Os Menestréis”. Ele ficou meio atônito com o meu talento, e me convidou para fazer parte do seu grupo. Com ele também ensaiei mais duas peças e participei do musical “Aldeia dos Ventos”.

    Depois disso fui convidada para cantar no show do ex mutante Sérgio Dias, “Johnny Love”. Neste show despertei muita atenção da mídia e fui convidada para assinar meu primeiro contrato com a Sony Brasil e gravei meu primeiro álbum comercial. Mas a sorte ainda veio com algumas surpresas. Em 1989 fui ao show de Cindy Lauper, no Rio, e fui apresentada ao seu empresário, na época, David Wolff. Alguma coisa em mim chamou a atenção dele, pois ele me convidou para trabalhar na Sony Americana e na Sony Internacional. Em pouco menos de três meses, eu estava em Nova York de ‘mala e cuia', de contrato assinado com as duas!

    Foi ai então que eu gravei meu primeiro CD quase todo em inglês “A Different Story”, meu primeiro single “Boy (Why you wanna make me blue)” entra nas paradas, e no comercial da Diet Coke.

    “Innocence”, canção que compus aos 18 anos, conquistou corações em todo o mundo, especialmente na Europa e no Brasil, onde ficou em primeiro lugal por 13 semanas.

    Com “Decadance Avec Ellegance”, música do Lobão, eu até ganhei parceria na versão em inglês por ter acrescentado uma nova parte à canção, foi também primeiro lugar nas paradas de sucesso, por consecutivas semanas. O vídeo clipe do show na praia de Boa Viagem em Recife, com um público de mais de 60 mil pessoas, foi veiculado no Fantástico.

    Em 1993, lancei o “Special Edition” de “A Different Story” com as músicas “A Maçã” de Raul Seixas e um cover de “You Really Got Me”, o clássico do The Kings, em um dueto meu com Gordon Grody, meu co-produtor e um grande amigo meu.

    Em 1994 fui novamente convidada pela Coca-cola para regravar “O descobridor dos 7 mares” de Tim Maia num K7 promocional que foi distribuído em mais de 1 milhão de cópias, e foi um grande sucesso naquele verão.

    Em 1995, eu assinei com a “Atlantis Records” para gravar um projeto chamado “B-Tribe”, o qual eu já conhecia e era fã, que é uma mistura de Flamenco/World Music/Trip Hop. E eu tive a oportunidade de participar deste projeto, emprestando a minha voz!

    Meu segundo álbum “Unicamente”, foi lançado em 1997 pela Virgin no Brasil, e este me rendeu o “Disco de Ouro”! Nele teve a participação de produtores de renome como Patrick Leonard (Madonna, Jeff Back) e David Foster (Michael Jackson, Natalie Cole, Whitney Houston). Acho que nem preciso dizer tamanho aprendizado que adquiri com essas feras! O maior sucesso mesmo, foi com a faixa título “Unicamente” que era tema da Adriana Esteves, protagonista da novela da Globo “A Indomada”.

    Em março de 1998, lancei meu cd autoentitulado com a música “Somente O Sol” versão de “I'm not in love” que abria a novela das 7, Corpo Dourado, da Globo. “Próprias Mentiras” do mesmo CD também foi tema de novela. Desta vez da antagonista Deborah Secco, em Laços de Família. O autoentitulado “Deborah Blando” foi lançado em Portugal onde me rendeu mais um disco de ouro!

    Em 2000 eu revisito minhas origens italianas e lanço “Salvatrice” pela Abril Music, produzido por Ari Sperling. Um CD todo em italiano com regravações de músicas modernas italianas, lindas! Dentre as quais “Seami Sai” que foi tema do filme da Xuxa “popstar” do qual eu também particiopei.

    No mesmo ano, eu também interpretei a versão em português do filme da Disney “Atlantis a terra perdida” “Junto Com Teu Sonho”, de Diane Warren e James Newton Howard.

    A pedido da minha amiga Xuxa, participei do filme “Xuxa e os Duendes”, compondo uma música, com Mu Carvalho, para o vôo das fadas “O vôo de Kira”, além de interpretar um dueto com Tiago Fragoso “Quando a gente ama pra valer”. Adorei a experiência...

    Em 2002 lancei “A Luz Que Acende O Olhar” cuja a faixa título era tema da protagonista da novela das 7hs, “O Beijo do Vampiro”. E mais uma vez vira sucesso nacional. O CD tem os meus maiores sucessos, além da regravação do “Astronauta de Mármore” da banda gaúcha Nenhum de Nós e mais 4 canções inéditas.

    Como se não bastasse estar na trilha nacional, também estou na trilha internacional desta novela, um fato inédito! Desta vez, num dueto, com o cantor irlandês, Ronan Keating em “When You Say Nothing At All”.

    Meu último tema de abertura de novela foi um grande sucesso entre as crianças “Chocolate Com Pimenta”, da novela da Globo das 6hs. Como eu adoooro criança, esta foi outra experiência muito legal! Sem contar que foi uma pessoa mais do que especial que me chamou pra cantar. Meu amigo e anjo da guarda, Mariozinho Rocha. Vale a pena acrescentar que se não fosse por ele, nada disso teria acontecido...

    Atualmente eu ando entre aqui e ali, Floripa e São Paulo, Norte e Sul, Leste e Oeste, trabalhando no meu novo material!

    Fonte: Site Oficial
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar


    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »