Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • PLAY

    A Crescendo Of Passion Bleeding
    Spells lay daggers before me
    Passion speaks in grue vehement stabs
    Trance my eyes, fix my focus to pain
    The tumour grows until the enemy is slain

    Slightless storm
    Knee-deep in hate I seeth
    My purpose here has woken to breath
    Total war on the brethren of men
    Millions regardless
    Dying by my hand

    A black age of fire
    Brief in its vicious eloquence
    Removing the dross
    Love will arise from the ashes of your loss

    Then and only then
    Will the pleasure of eden be mine
    And the sinews of life itself will be tied
    In the very veins of my bloodline

    And their tears taste like wine

    I will rule as a king
    And the goddess will sit as my guiding queen
    In the glory of the earth our crowns are studded
    With the jewels of blasphemy

    The blood is the life!

    I seek to evoke a new order in man
    A flood of compulsion to resurrect khem
    The lion is vexed to uproot and descend chaos
    My steed in the thick, clinging dust
    Tempering weapons of criminal lust
    I hold sway from the east to fulfill prophecies
    Thinning the cause as fresh cells to disease

    The blood is the life!

    Even the moon will not lend thee her light
    The darkness serves will to snuff out human life
    That I might reclaim the world as my right

    I kill without scruple or silent regret
    In haunts of the sinister lunar aspect
    For I am the pleasure that comes from your pain
    Tiny red miracles falling like... Rain

    The incessant pall of death surrounds me
    But this is not the part of me that wishes to breed
    There will be no dread thereafter
    The mysteries I reveal unto thee

    I stir the hearts of the wisest
    By the fools I will always be feared
    My kingdom feeds off their slaughter

    A crescendo of passion bleeding
    On the pale reflection of dawn

    Devour the sun

    "the great man of his time
    Is he who expresses
    The will of his time
    Who tells his time what it wills
    And who carries it out"
    Um 'crescendo' de paixão sangrando
    Feitiços jogam adagas diante de mim
    A paixão fala em facadas veementes e arrepiantes
    Deixe meus olhos em transe, fixe meu foco na dor
    O tumour cresce até que o inimigo seja assassinado

    Tempestade gigante
    Agito-me no ódio até o joelho
    Minha finalidade aqui acordou e respira
    Guerra total nos irmãos dos homens
    Milhões negligenciados
    Morrendo pela minha mão

    Uma idade negra do fogo
    Breve em sua eloquência vil
    Removendo as impurezas do metal
    O amor se levantará das cinzas da seu perda

    Então e somente então
    O prazer do Éden será meu
    E os tendões da própria vida serão amarrados
    Às mesmas veias da minha corrente sanguínea

    E suas lágrimas têm gosto de vinho

    Governarei como um rei
    E os deuses se sentarão como minha rainha que guia
    Na gloria da terra, nossas coroas são cravejadas
    Com as jóias da blasfemia

    O sangue é a vida!

    Procuro evocar uma ordem nova no homem
    Uma inundação do compulsão para ressuscitá-los
    O leão está agitado para desarraigar e trazer o caos
    Meu cavalo na poeira grossa e pegajosa
    Temperando as armas da luxúria criminosa
    Domino o leste para cumprir profecias
    Diluindo a causa como células frescas à doença

    O sangue é a vida!

    Mesmo a lua não te emprestará sua luz
    Os servos da escuridão aspirarão a vida humana
    Que eu possa recuperar o mundo como meu direito

    Mato sem escrúpulos ou pesar silencioso
    Nos locais do aspecto lunar sinistro
    Pois sou o prazer de onde vem sua dor
    Minúsculos milagres vermelhos caem como... a chuva

    A cortina incessante da morte me cerca
    Mas esta não é a parte de mim que deseja reproduzir
    Após isso, não haverá nenhum temor
    Os mistérios, revelo a você

    Agito os corações do mais sábio
    Pelos tolos, sempre serei temido
    Meu reino se alimenta de sua matança

    Um 'crescendo' de paixão sangrando
    Na reflexão pálida do alvorecer

    Devore o sol

    "O notável homem de seu tempo
    É que expressa
    A vontade de seu tempo
    Quem diz a seu tempo o que quer
    E quem colocará em prática"



    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Cradle of Filth

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.