Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque

    Publicidade
    Tema de Os Inconfidentes - Chico Buarque - VAGALUME
    Play
    PLAY

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    Foi trabalhar para todos
    E vede o que lhe acontece
    Daqueles a quem servia
    Já nenhum mais o conhece
    Quando a desgraça é profunda
    Que amigo se compadece?

    Foi trabalhar para todos
    Mas, por ele, quem trabalha?
    Tombado fica seu corpo
    Nessa esquisita batalha
    Suas ações e seu nome
    Por onde a glória os espalha?

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Que reformava este mundo
    De cima da montaria
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Ele na frente falava
    E atrás a sorte corria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia
    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    No entanto à sua passagem
    Tudo era como alegria

    Por aqui passava um homem
    (E como o povo se ria!)
    Liberdade ainda que tarde
    Nos prometia

    Toda vez que um justo grita
    Um carrasco o vem calar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar
    Quem não presta fica vivo
    Quem é bom, mandam matar

    • 149.755º
      ranking
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Chico Buarque
    Playlisteiros