Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • PLAY

    Ma Jeunesse
    Dans ma jeunesse il y a des rues
    dangereuses
    Dans ma jeunesse il y a des villes
    moroses
    Des fugues au creux d'la nuit
    silencieuse

    Dans ma jeunesse quand tombe le
    soir
    C'est la course à tous les espoirs
    Je danse toute seule devant mon
    miroir

    Mais ma jeunesse me regarde
    sérieuse elle me dit:
    "Qu'as-tu fait de nos heures?
    Qu'as-tu fait de nos heures précieuses?
    Maintenant souffle le vent d'hiver"

    Dans ma jeunesse il y a de beaux
    départs
    Mon coeur qui tremble au moindre regard
    L'incertitude au bout du couloir

    Dans ma jeunesse il y a des interstices
    Des vols planés en état d'ivresse
    Des atterissages de détresse

    Mais ma jeunesse me regarde sévère
    Ele me dit:
    "Qu'as-tu fait de nos nuits?
    Qu'as-tu fait de nos nuits d'aventure?
    Maintenant le temps reprend son pli"

    Dans ma jeunesse il y a une prière
    Une prouesse à dire ou à faire
    Une promesse, un genre de mystère
    Dans ma jeunesse, il y a une fleur
    Que j'ai cueillie en pleine douceur
    Que j'ai saisie en pleine frayeur

    Mais ma jeunesse me regarde cruelle
    Elle me dit: "C'est le temps du départ"
    Je retourne à d'autres étoiles
    Et je te laisse la fin de l'histoire

    Mais ma jeunesse me regarde cruelle
    Elle me dit: "C'est le temps du départ"
    Je retourne à d'autres étoiles
    Et je te laisse la fin de l'histoire.
    Ma Jeunesse (tradução)
    Na minha juventude, há ruas
    perigosas
    Na minha juventude, existem cidades
    taciturnas
    Fugitivos no oco da noite
    silenciosos

    Na minha juventude, o cair
    da noite
    É o curso para todas as expectativas
    Eu danço sozinha na frente de meu
    espelho

    Mas em meu olhar para a minha juventude
    séria ela me disse:
    "O que você fez com a nossa hora?
    O que você fez com o nosso precioso tempo?
    Agora, o vento de inverno sopra "

    Na minha juventude, há belos
    hoteis
    Meu coração treme a luz baixa
    A incerteza no final do corredor

    Na minha juventude, existem lacunas
    Planos de vôo intoxicado
    Desembarque de socorro

    Mas em meu olhar para a minha juventude grave
    Ela me disse:
    "O que fizeram com nossas noites?
    O que você fez com as nossas noites de aventura?
    Agora, o tempo tem a sua tampa "

    Na minha juventude, há uma oração
    Uma façanha de dizer ou fazer
    Uma promessa, um tipo de mistério
    Na minha juventude, há uma flor
    Eu escolhi suavemente no meio
    Eu apreendi-a plena susto

    Mas eu era jovem meu olhar cruel
    Ela disse: "É a partida"
    Volto a outras estrelas
    E eu vou deixar o fim da história

    Mas eu era jovem meu olhar cruel
    Ela disse: "É a partida"
    Volto a outras estrelas
    E eu vou deixar o fim da história



    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Carla Bruni

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.