Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • PLAY

    Déranger Les Pierres
    Je veux mes yeux dans vos yeux
    Je veux ma voix dans votre oreille
    Je veux les mains fraîches du vent
    Je veux encore le mal d'aimer
    Le mal de tout ce qui est merveille
    Je veux encore brûler douc'ment
    Marcher à deux pas du soleil

    Et je veux déranger les pierres
    Changer le visage de mes nuits
    Faire la peau à ton mystère
    Et le temps j'en fais mon affaire

    Je veux ton rire dans ma bouche
    Je veux tes épaules qui tremblent
    Je veux m'échouer tendrement
    Sur un paradis perdu
    Je veux retrouver mon double
    Je veux l'origine du trouble
    J'veux caresser l'inconnu

    Et je veux déranger les pierres
    Changer le visage de mes nuits
    Faire la peau à ton mystère
    Et le temps j'en fais mon affaire

    Je veux mourir un dimanche
    Au premier frisson du printemps
    Sous le grand soleil de Satan
    Je veux mourir sans frayeur
    Fondue dans un sommeil de plomb
    Je veux mourir les yeux ouverts
    Le nez au ciel comme un mendiant

    Et je veux déranger les pierres
    Changer le visage de mes nuits
    Faire la peau à ton mystère
    Et le temps j'en fais mon affaire
    Desarrumar as pedras
    Eu quero meus olhos nos seus olhos
    Eu quero minha voz na sua orelha
    Eu quero as mãos frescas do vento
    Eu quero de novo o mal de amar
    O mal de tudo que é maravilhoso
    Eu quero de novo queimar docemente
    Andar a dois passos do sol

    E eu quero desarrumar as pedras
    Mudar a face das minhas noites
    Fazer da sua pele mistério
    E eu me ocupo com o tempo

    Eu quero seu riso na minha boca
    Eu quero seus ombros que tremem
    Eu quero me perder suavemente
    Sobre um paraíso perdido
    Eu quero reencontrar minha dupla
    Eu quero a origem do problema
    Eu quero acariciar o desconhecido

    E eu quero desarrumar as pedras
    Mudar a face das minhas noites
    Fazer da sua pele mistério
    E eu me ocupo com o tempo

    Eu quero morrer em um domingo
    Na primeira emoção da primavera
    Debaixo do grande sol de Satã
    Eu quero morrer sem medo
    Fundida a um sono condutor
    Eu quero morrer com os olhos abertos
    O nariz ao céu como um mendigo

    E eu quero desarrumar as pedras
    Mudar a face das minhas noites
    Fazer da sua pele mistério
    E eu me ocupo com o tempo



    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Carla Bruni

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.