Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Informações do Álbum Embolando no Futebol
    1. Brasil X Argentina
    2. O Jogo dos Cornos X Prostitutas
    3. Desafio do Fla X Flu
    4. Palmeiras Contra Corinthians
    5. Vitória X Bahia
    6. Craques Brasileiros
    7. Santa Cruz X Sport (O Clássico das Multidões)
    8. Geração das Copas
    9. Botafogo X Campinense
    10. Futebol Lá no Céu
    11. Truva de Corinthians X São Paulo
    12. Fortaleza X Cear
    13. O Corinthians Dando Ol
    14. Futebol Exportação
    15. 200 Craques - Bônus

    x
    Ver discografia completa »
    Play
    PLAY

    Refrão:
    É uma disputa, é uma disputa, um jogo de
    futebol entre corno e prostituta.
    É uma disputa, é uma disputa, um jogo de futebol entre
    corno e prostituta.
    (2x)

    Já falei de tanto tema, tem do frio e tem do morno
    mais se é de futebol, é jogo de muito forno
    O time de prostituta contra o esquadrão de corno.

    Coitada das prostituta, a vida é um banzarol
    tem gente que diz que elas são torta como um anzol
    mais ainda sobra um tempo pra jogar o futebol.

    O coitado do Cornélio já tem chifre com bitola
    E de tanto levar galho é professor de Escola
    Mas ainda arruma tempo para bater uma bola



    Formar um time de corno é muito grande a labuda
    pois tem corno escutador e corno que não escuta
    foi um jogo diferente do corno e a prostituta.

    refrão (1x)

    No time das prostitutas Piriquita era a goleira
    e Maria Mela Racha uma defesa verdadeira
    com Joana Tromba Homi e Joaquina Peidorreira.
    Na esquerda era Xana, na direita Quebra Pau
    e no ataque Tubi, Itibú, Tina Mingau
    Meio de campo Furmixa e Dorinha Pica-Pau.

    Falo do time dos cornos a escala é diferente
    goleiro Zé do Pau Baixo na defesa Bunda Quente
    o ponteiro arriado que joga de tráz pra frente
    Tem o Bastião Gaeiro que é grante atacante
    Xibungo para centrá é metido e arrogante
    e Rodela na direita é feio e ignorante.

    refrão (1x)

    E jogando pelo meio Pavil Curto e Zé Brochado
    e as laterais do time Timboca e Assanhado
    de tanto preparo físico corre mais do que veado.

    As mulheres sem camisa e jogando sem calção
    tudo de baguilha aberta, foi uma esculhambação
    mostrando pra todo mundo o "bico do gavião".
    Sem calção corno vestia camisona de pivete
    que tampava a regada para não levar bufete
    e ao correr atrás da bola balançava o cacitete.

    O jogo era descalço, o campo de pura terra
    o gol era de bambú, na descida de uma serra
    As prostituta gritava "TIME DE CORNO SÓ BERRA".

    Refrão (1x)

    A juíza era neutra pra não haver confusão
    a dupla de bandeirinhas com a roupa de xitão
    um tio do pé bem grande chamado de "sapatão".

    Para o jogo começar, já teve que ser no grito
    a juíza foi dizendo "as leis só eu é quem ditoÂ?
    de nervosa na partida já engoliu o apito
    Prostituta foi dizendo, vamos lasca esse borno
    pega essa xibungada e passa ela no torno
    pois uma mulher da vida não pode perder pra corno.

    O chifrudo foi dizendo "lasca essa mulherada,
    só sabe fazer michê no mato de madrugada,
    vamos baixa o cacete e acabar com a putaiada"

    Refrão (1x)

    O jogo começou quente com pancada e empurrão
    e o trem comia solto de tabefe e supetão
    juíza perde o apito numa moita de picão.
    Durou mais de uma hora e meia toda essa latomia
    isso só o primeiro tempo, uma caixa de engrizia
    só se via safadeza nesse mar de putaria.

    Veio o segundo tempo, aumentou a confusão
    já chamaram a juíza, chamando de sapatão
    a juíza respondeu "VAI TOMA NO FIANTÃO"
    e a juíza falou "todo corno é safado, é um homem sem
    potência
    sendo meia atravecado, o ponteiro nunca sobe e só
    anda
    arriado".

    Refrão (1x)

    A juiza disse assim "corno cara de tizil,
    te dei um chute atrás mais você escapuliu,
    junte com as prostituta e chupe bala de chibil".
    Bola vem e bola vai, um jogo de satanas
    uma prostituta disse que corno não é capaz
    o jogo tem uma bola e eu quero duas atrás.

    Um corno já respondeu, vamos botar nisso um fim
    esse jogo é zero a zero, conversa de butiquim
    tô querendo um homem hoje para botar chifre em mim.

    Nisso uma prostituta meio louca da cachola
    tô doida pra ir pra zona minha vida é uma escola
    encontra um homem hoje que me encaixe sua bola.

    Refrão (1x)

    Foram mais de duas horas, segundo tempo de jogo
    acabou em zero a zero, e todo mundo de fogo
    e tinha um corno gritando igual a galo com gogo.
    Uma prostituta disse, corno você quer saber?
    sua tosse é de cachorro, lhe curar é meu dever
    côo café na calçinha eu lhe dou para beber.

    O corno também é gente, prostituta também é
    todo corno cheira chifre misturado com rapé
    o bicho da prostituta tem catinga de chulé.
    Reuniram todo mundo para festança geral
    tudo terminou em paz, um a alagria sem igual
    um zero a zero feliz, assim foi nosso final

    Refrão (4x)

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Caju & Castanha

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.