Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • PLAY

    My Poor Friend Me
    I know a man who doesn't have many friends
    I know a place where he lives where trouble never ends
    I know it's hard for him to read 'tween the lines
    And his day are getting so much shorter

    He simply turns away and dons a bitter frown
    His world is crumbling
    His ship is weighted down
    He doesn't care as long as he can wear the crown
    I know this man all too well

    It's my poor friend me
    A portrayal of the great dichotomy (great dichotomy)
    It's my poor friend me
    And I'm running out of steam

    I know there are people who are cynical and vane
    They point their finger 'cuz they can't accept the blame
    They live their lives under a blanket of shame
    And their progeny crawl from underneath it

    Lately I've come to see the solution
    And it begins with me
    But I'm so fallibly human
    I've picked the lock
    But will not turn the key

    Of people running scared
    We live, breathe and die
    Off to a world, our time is slipping on by
    We have solutions, but don't even try
    And I feel I know just who to blame

    It's my poor friend me
    A reminder of a tragic history (Tragic history)
    It's my poor friend me
    And I'm running out of steam
    Meu Pobre Amigo Eu
    Eu conheço um homem que não tem muitos amigos
    Conheço o lugar onde ele vive onde os problemas nunca acabam
    Sei que é difícil para ele ler nas entrelinhas
    E seus dias estão ficando cada vez mais curtos

    Ele simplesmente vira as costas em vez de aguentar
    O seu mundo está se desintegrando
    Seu navio está afundando
    Ele não se importa contanto que possa usar a coroa
    Conheço esse homem muito bem

    É o meu pobre amigo "eu"
    Um retrato da grande dicotomia (grande dicotomia)
    É o meu pobre amigo "eu"
    E eu estou ficando sem vapor

    Eu sei que há pessoas que são cínicas e vingativas
    Elas apontam o dedo porque não conseguem aceitar a culpa
    Elas vivem suas vidas sob um cobertor de vergonha
    E de seus descendentes rastejam por baixo dele

    Ultimamente eu comecei a ver a solução
    E isso começa comigo
    Mas eu sou infalivelmente humano
    Eu escolhi a fechadura
    Mas não irei virar a chave

    Das pessoas fugindo com medo
    Nós vivemos, respiramos e morremos
    Pra longe em um mundo, nosso tempo está passando
    Temos soluções, mas nem tente
    E eu sinto que sei a quem culpar

    É o meu pobre amigo "eu"
    Um lembrete de uma história trágica (história trágica)
    É o meu pobre amigo "eu"
    E eu estou ficando sem vapor



    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Bad Religion

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.