Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Alvos da Lei ? Eu Quero Sorrir

    O despertar... Independente, o coração de pedra
    inabalável,
    inconseqüente, sem enxergar os próprios atos.
    Olhar pra frente, somente a frente não os lados,
    Vacilo, (é quente!) incoerente e descuidado.
    Olhos abertos, que só enxergavam o hospedeiro,
    olhos perfeitos, que perderam os melhores momentos.
    Oito anos, um jardim sem jardineiro,
    um sonho transformado em abandono pelo tempo.
    É foda ter mais derrotas que vitórias,
    tá na memória, não dedicou a sua tropa.
    Perdeu, mais foi para aprender a vencer,
    o destino não é sorte, é questão de escolher.
    Quantos terão que morrer, para que possamos
    compreender o valor de uma vida?
    O culpado não é o mundo, o ser humano é quem atira.
    A solidão quer resgatar o tempo perdido,
    o despertar de um guerreiro, é pelo amor de seu
    filho!

    Ai, quando acordei truta eu percebi,
    quando despertei enxerguei o que perdi.
    Engraçado irmão, porque só agora a realidade me sufoca
    e me traz a resposta?
    Não, não sou coitado, sou mais um sofredor,
    que despertou nos braços de um menino que chorou.
    Que se ajoelhou e pediu a Deus,
    a união de seus pais, imagine um filho seu.
    Perdi uma batalha mais a guerra não acabo,
    o guerreiro tá ferido, derrotado não senhor.
    Vai vendo, como é que é a vida parceiro,
    às vezes você busca o que já tem mais não tá vendo.
    Impossível caminhar sem nunca tropeçar,
    não, não quero sorte, quero saber jogar.
    Eu quero traduzir, eu quero decifrar,
    a paz interior pode aposta vou encontrar.
    No braço esquerdo tatuado meu momento,
    e no direito eu trago meu amor verdadeiro.
    A razão deu prosseguir vai mais além do que dinheiro e
    fama,
    Guilherme Henrique e por você que o louco canta.
    Que bate, que apanha, que chora, que ri,
    lembrei do berçário a primeira vez que eu te vi.
    Mais tá valendo nada é por acaso eu escolhi o
    caminho,
    se hoje te faço chorar, é pra amanhã te ver sorrindo.
    Não foi pelas mulhé, não foi gonsolândia filho,
    foi pelo sonho, e por algo que acredito.
    Pra depois cê não ouvir alguém dizendo assim:
    ?seu pai fraquejo!? vai ser muito ruim.
    Quero que tenha a referência, sem maquiagem,
    de quem não diz mentira, e sempre fala a verdade.
    A minha caminhada é pelo seu sorriso,
    o despertar me fez enxergar o que eu preciso.

    Embaçado é esperar sabendo que não vem,
    arriscado é confiar no amor de alguém.
    Imagina acordar e ver seu mundo desabar,
    quem poderia ajudar, preferiu abandonar.
    Mais, firmeza trutão, eu não sou frio, mais do mal,
    passado é passado, hoje eu tô legal.
    Eu sei, o guerreiro demorou pra se levantar,
    pensei que a tempestade não ia passar.
    O Sol brilho, superei, bem melhor me sinto embora,
    não posso velo, mais sei que Deus está comigo.
    Não sou numero 1, eu sou 1 da sul,
    que sonha em conhecer a paz no futuro,
    tem uma pá que reclama mais tem o que eu não tenho,
    pai e mãe, uma família unida, vai vendo.
    Não conhece solidão, sentimento de perca,
    não sabe o que é fica preso na redoma de tristeza.
    O evangélico disse que é triste o meu semblante,
    é o que acontece com quem passo pela avalanche.
    Mais agora eu tô de pé, tô firmão, vivão,
    do sofrimento tirei bons ensinamentos irmão.
    Agradeço aos poucos verdadeiros que apoiaram,
    me mostraram que perde tem nada a vê com fracasso.
    O tempo é rei, por isso que eu voltei,
    pra anuncia que sou vencedor, eu despertei.

    Minha mãe antes de partir me fez entender,
    faça algo por alguém sem esperar receber,
    e nunca demonstre fraqueza pro inimigo,
    e sempre encare os problemas como desafio.
    Foi assim a trajetória de quem fez história,
    me mostre um vencedor que nunca teve derrota.
    Essa é a hora, tô preparado pra cena,
    obrigado mãe, descanse em paz guerreira!

    Infelizmente pra aprende tive que perde,
    ninguém atinge um alvo que não consegue vê.
    Vou dize que pra vencer não preciso de troféu,
    só quero andar na terra e fazer meu papel.
    Que é pro meu filho se orgulhar, e dize que teve um
    pai,
    que foi homem até o último e não se entrego jamais.
    Não quebro a palavra e nem desonro seu nome,
    pois se a palavra morre, morre com ela o homem.
    Rap fez ser o que eu sou, eu agradeço 'hó',
    quem sabe eu podia tá a sete palmos, moro?
    Me fez ser consciente, não odiá minha gente,
    desde 90 (é quente) me fez um homem descente.
    O que é dinheiro, sem saúde e respeito,
    tem mais valor que dinheiro um abraço verdadeiro.
    E só agora, percebo o quanto eu dormi,
    já chega de chorar irmão, eu quero sorrir...

    Por: Gustavo Mazurek

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Alvos da Lei

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.