Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Halete mc Verso (1)

    Algo me entristece rumo a melanolia
    Levantar da cama mas não reconhercer as cores do dia
    Até o desespero tomar conta do meu ser
    Conjugando continuamnt este maldito verbo sofrer
    Ando lugar a pensamentos contraditorios
    Amplitude da minha mente assemelhando -se a uma sanatorio
    Amuflando inconscientemente tudo aquilo que eu me lembro
    As lebranças da felecidades foram arrastadas comm o vento
    As minhas lágrimas inundando
    o meu olhar mirando tudo aquilo
    que me da vontade de chorar a melodia
    que se segue na poesia da minha encarnou
    numa materia de tristezas infinitas
    Eu so rezo simultaneamnt para Jesus
    para que ele n permita que nenhuma escuridãao apague-me luz
    Que me enha de esperança fé e vontade de viver
    Para que essa sede demoniaca n implique me perder
    Meu mano minha mana que neste momento
    tá sofrer sofrer por motivos que faz tua empobreccer
    de toda iluminânica
    Capaz de te fazer crer de crer acima de tudo é poder
    Mas a realidade arrebata-nos de novo
    Repetetivmnte auto destruimo-nos aos poucos
    Mentalmente incosciente perdemos o sono
    do povo do povo afaste do povo
    A realidade conjugal-mente no teu habitar o ódio
    se renasce cntinuamnte no teu amar
    quando as portas se fecharem definitivamente no teu chamar
    Tou triste tou triste que da vontade de chorar

    Alkappa Verso (2)

    E triste saber que tenho voz que os ouvintes não ouvem
    Pós é triste sabe que o futuro do meu amor depende da sorte
    Neste mundo onde até pastor não sabe conjugar o verbo amar
    Magoar é a arte mas fácil de quem só sabe prejudicar
    E triste sabe que não da para confiar na pessoa quem eu amo
    E triste sabe que algumas miúdas da faculdade da qui angola
    só têm valor na cama
    Antes a tristeza fica sempre sozinha mas hoje em dia
    que cuida dele é uma criança
    E triste sabe que hoje em dia as mulheres ficam zangadas
    com os homens que lês oferecem flores
    Avida vai nascendo todos dias mas com a razão
    de plantar mas dor
    E triste ver a corrupção a dormir no abrigo
    e a verdade depender da jimola do mendigo
    E triste sabe que o nosso governo
    só consegue nos oferece cerveja
    E coisas que não prestam
    As pessoas levantam machado para árvore
    plantada pelos seus pais
    A falsidade é o que aqui tem mais
    E triste sabe que todos os calçados me apertam
    E triste
    Mas eu já vi pessoas a baterem porta da casa dos surdos
    Amor já escapou do aborto
    até é tudo

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Alkappa

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.